sábado, 25 de junho de 2011

Passei anos e anos a ser gozada, apontada, humilhada. Lutei contra isso tudo, até conseguir ser vista num patamar mais acima por esses que me magoaram. Para quê? Para anos depois, alguém me deitar abaixo toda essa auto-estima que eu consegui adquirir com tanto esforço? Não, eu não mereço. Não mereço que me destruam a auto-estima todos os dias. Não mereço que me tratem como algo insignificante a quem não dói as palavras que pronunciam. Não mereço que todos os dias sinta pregos a espetarem-se-me no coração. Não mereço que todos os dias sinta nojo de todos os momentos de carinho que vivi. Eu mereço viver os dias a transbordar confiança, a acreditar que tenho amigos verdadeiros que me apoiam e estão sempre aqui para mim, para me darem os puxões de orelhas suficientes para eu andar na linha, mas que não me pisem e me façam sentir um lixo, algo insignificante que não deveria existir neste mundo. Eu mereço ter amigos que me coloquem um sorriso nos lábios quando estou triste e não que me desfaçam a alma em pedaços quando estou feliz. Eu mereço que me façam acreditar que a minha vivência não é inútil!

1 comentário:

  1. Querida Saltos-altos e mereces recuperar a tua auto-estima! Força!

    ResponderEliminar